Guajuviras: Uma experiência de paz

Uma matéria de capa da Zero Hora dominical de 2009 dava ao bairro Guajuviras do município de Canoas, o triste título de ‘ A Bagdá Gaúcha’. Na época, a comunidade com 70 mil habitantes era assolada diariamente pela violência.

Hoje, o Território da Paz Guajuviras, completa dois anos alcançando uma redução de 75% nas mortes violentas. Este projeto inspirado e financiado em grande parte pelo Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (PRONASCI) e implementado pela Prefeitura de Canoas, tornou-se uma referência em todo país, apontado recentemente pela UNESCO como uma das três experiências mais exitosas de redução da violência no Brasil.

É importante ressaltar que o programa jamais teria saído do papel se não fosse coordenado de maneira totalmente integrada através do Gabinete de Gestão Integrada Municipal, em parceria com a Brigada Militar, Polícia Civil, Superintendência dos Serviços Penitenciários (SUSEPE), Instituto Geral de Perícias, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Guarda Municipal, Conselho Tutelar e todos os órgãos de fiscalização da Prefeitura de Canoas, numa experiência inédita no RS.

A integração entre Ministério Público, Brigada Militar e Polícia Civil, possibilitou um exitoso trabalho de inteligência e repressão qualificada, com o cuidado permanente para que tais ações não aumentassem ainda mais a tensão entre os policiais e jovens da comunidade, herdada após tantos anos de políticas de segurança equivocadas, para ambos os lados.

Além das ações policiais, foram realizadas diversos programas de revitalização para o bairro, como infra-estrutura, iluminação, asfaltamento, melhor atendimento em saúde, investimentos em educação, saneamento básico, recuperação de áreas degradadas. Ao mesmo tempo, foram iniciados mais de dez projetos de prevenção a violência, que reestimularam a mobilização da comunidade, com o foco na juventude e na reconstrução paulatina e consistente da confiança dos moradores no Poder Público.  A tecnologia também teve seu papel importante, através do inédito Sistema de Detecção de Tiros e mais de vinte câmeras de monitoramento, qualificando a atuação dos policiais.

Hoje podemos afirmar com precisão que a qualidade de vida no Guajuviras melhorou com a implantação destes projetos. Estas ações estão garantindo a inclusão social de centenas de moradores, ampliando o interesse e o envolvimento desses jovens, que reencontraram seu lugar na sociedade e agora buscam novos caminhos, não mais o crime nem a violência.

Não importa o nome que seja dado, os dois anos do Território da Paz Guajuviras, nos mostraram o caminho a seguir para a construção de um Rio Grande da Paz.

Anúncios
Esse post foi publicado em Democracia, Segurança Pública. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Guajuviras: Uma experiência de paz

  1. Luiz Carlos Fiore disse:

    Parabéns caro Alberto e demais membros da equipe responsável pela implantação do “Território de Paz Guajuviras”. Espero que sejam perseverantes na manutenção e continuidade da institucionalização de serviços e estruturas de atendimento cidadã.
    Um abraço,
    Luiz C. Fiore

  2. Marta Boeck disse:

    Parabéns, Alberto! A sua presença, trabalho e comprometimento foi fundamental nessa caminhada! Abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s