Kopittke: “Precisamos abrir outras portas para os jovens, que não a do IML”

Um dos caminhos para reduzir a violência apontado por Alberto Kopittke na palestra aos universitários do curso de direito do Centro Universitário Metodista – IPA foi o trabalho com a juventude. Na aula de encerramento do semestre, realizada na quarta-feira (27), Alberto trouxe sua experiência na área de segurança pública e respondeu aos questionamentos dos alunos.

“No Território de Paz, nós fomos até os jovens, mesmo os que estavam envolvidos com o tráfico, para dar oportunidades, principalmente através da cultura”, explicou o ex-secretário de segurança de Canoas. Alberto falou também sobre a atuação das polícias, que ainda se baseiam no modelo militarizado da ditadura.

Na plateia, o vestibulando Leonardo Pitt Cardoso, 22 anos, que pretende iniciar o curso de Direito no próximo ano e foi à palestra, pois tem grande interesse na área. “Tenho uma visão semelhante a do Alberto, de que a segurança pública precisa ser tratada de forma diferente. Acho inteligente esse modo humanista de ver o problema e buscar a sua raiz”, explica Leonardo.

A fundadora da Themis Assessoria Jurídica e professora de direito, Virgínia Feix, destaca a perspectiva da prevenção e o novo paradigma de segurança apresentado por Alberto Kopittke como temas importantes a serem discutidos. “É preciso entender essa diferença entre segurança nacional e segurança pública”, avalia.

Alberto dividiu a mesa com o secretário estadual de Segurança Pública, Airton Michels, o sub-chefe da Polícia Civil, Ênio Gomes de Oliveira, a coordenadora do curso de Direito, Vanessa Chiari, e o sociólogo e professor Celso Rodrigues. Por Tamires Gomes.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Kopittke: “Precisamos abrir outras portas para os jovens, que não a do IML”

  1. Régis Kovalski Jr. disse:

    Os acadêmicos do curso de Direito do IPA agradecem a participação de todos!
    Entendemos de fundamental importância a aproximação entre os gestores de políticas públicas, em especial da segurança, e a academia.
    Um abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s